Dinheiro emprestado

Dinheiro emprestado: economizando para devolver

Muitos brasileiros precisam pedir dinheiro emprestado para pagar as contas. Aliás, no final de 2019 um estudo da fintech Lendico mostrou que a maioria dos entrevistados precisou do valor extra para quitar dívidas. Mas como pagar os seus empréstimos?

Para que você possa restituir o valor do dinheiro emprestado e evitar que o seu nome fique sujo você precisa planejar bem as suas finanças pessoais. Ou seja, você precisa de educação financeira

Aliás, é bom que você sempre tenha em mente que um empréstimo pode se tornar uma bola de neve. Portanto, se você não se preparar para o pagamento, pode acabar se afundando muito nas dívidas. Isso tornaria o pagamento ainda mais difícil. 

Por isso, não deixe de criar um planejamento. E claro, não deixe de segui-lo para garantir que  você consiga resolver a sua situação financeira. 

Calcule o valor das parcelas e o total do empréstimo

Antes de pedir um empréstimo você precisa olhar além dos juros. Apesar de muita gente não levar isso em consideração, existem outras taxas que podem aumentar – e muito – o valor do seu pagamento. 

Por isso, antes de mais nada faça um cálculo de todas as parcelas para descobrir os valores finais a serem oferecidos. Dessa forma, será mais fácil para você escolher a opção que seja realmente mais vantajosa. Além disso, se torna mais simples o cálculo para descobrir a melhor forma de pagar o seu empréstimo. 

Entretanto, se você já pediu o seu empréstimo e não fez esse cálculo, é importante que você o faça agora. Afinal, essa é a melhor forma de conseguir fazer os seus pagamentos no menor tempo possível. Além disso, saber exatamente quanto você precisa pagar é fundamental para que você possa renegociar suas dívidas. 

Crie um orçamento mensal para devolver o dinheiro emprestado

Para que você possa pagar a sua dívida, você precisa de um orçamento mensal que tenha em conta a devolução do dinheiro emprestado. Para isso, é preciso determinar quanto você pode pagar de parcela e em quanto tempo isso poderá ser resolvido. 

É ideal que você encontre também formas de conseguir mais uma fonte de renda, para que você possa ter um orçamento mensal não envolva grandes sacrifícios financeiros para você e para sua família. Algumas pessoas pensam que esse tipo de iniciativa pressupõe trabalhar além do horário que já é dedicado a essa prática. Entretanto, você pode optar por algo mais simples, como comprar com cashback

Além disso, é importante economizar ao máximo, tanto com as suas contas extras quanto com as contas básicas. 

Renegocie as dívidas

Sabendo o quanto você precisa pagar e quanto você pode pagar, se torna muito mais fácil negociar suas dívidas. É melhor que você consiga melhorar os seus prazos ou as taxas, mas sem precisar pedir outro empréstimo. 

Entretanto, se você precisar de um novo empréstimo, calcule bem as parcelas para ter certeza de que essa situação é realmente vantajosa para você. 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Descubra como o Mangos vai
trazer Inovação para a Indústria